Quer saber como ter sucesso no Google Shopping? Confira nesta matéria algumas dicas de estratégias para Google Shopping e algumas lojas que já tiveram muito sucesso utilizando este canal.
Quer saber como ter sucesso no Google Shopping? Confira nesta matéria algumas dicas de estratégias para Google Shopping e algumas lojas que já tiveram muito sucesso utilizando este canal.

 

Como ter sucesso no Google Shopping – Confira as dicas!

O Google Shopping é a ferramenta de comparação de preços do Google. Além disso, funciona como uma plataforma para promover anúncios mais visuais e detalhados dos produtos, especialmente se comparados aos anúncios de texto do Adwords.

Para o consumidor, é uma opção leve e útil para avaliar as ofertas de diferentes empresas em um único espaço, assim como faz o Buscapé ou o Zoom.

Para os profissionais de e-commerce, é uma grande oportunidade de melhorar o tráfego, as conversões, o ROI e outros indicadores de desempenho da loja.

Na teoria, tudo isso já faz algum sentido e revela um caminho promissor para os e-commerces aumentarem suas vendas. No entanto, é possível ir um pouco além e mostrar que, na prática, o Google Shopping tem gerado bons resultados no comércio eletrônico.

No post de hoje, vamos apontar alguns dados e os resultados do Google Shopping. Logo após, mostraremos alguns exemplos de lojas que tiveram sucesso com essa ferramenta. Acompanhe!

Estatísticas sobre o Google Shopping – 56% do share de investimento do varejo

O primeiro dado que queremos compartilhar é o que mostra como o Google Shopping se tornou a opção preferida dos varejistas.

Essa informação, revelada pelo site Camato, aponta que os investimentos no Shopping representaram cerca de 56% do total despendido em anúncios de varejo nos EUA e no Reino Unido. Nesses dois países, essa opção se tornou mais popular do que os anúncios de texto.

Como tudo que vem de lá se torna tendência por aqui, é de se esperar que o Google Shopping, nos próximos anos, passe a abocanhar a maior fatia dos investimentos no comércio eletrônico brasileiro.

O varejo aumentou sua receita em 52% nos investimentos em Google Shopping

Essa estatística foi divulgada pelo site Business Insider e levou em conta o crescimento dessa taxa do primeiro trimestre de 2015 para o mesmo período de 2016.

Isso não só mostra como o Shopping gera mais vendas e é mais lucrativo, como também tem sido utilizado por mais players desse mercado com os mesmos focos.

As vendas, pedidos e cliques mais do que dobraram no mobile

Nessa mesma publicação da Business Insider, ficou comprovada a força dessa plataforma nas compras realizadas em dispositivos móveis. Pegando o mesmo período de análise do dado anterior, viu-se um crescimento de 164% nas vendas e 171% nos pedidos e cliques feitos via mobile.

Além do natural crescimento do mobile commerce, o Google melhorou a visualização dos anúncios do Shopping para os smartphones. Eles ficaram maiores e, agora, ocupam grande parte das telas, melhorando a usabilidade para quem faz suas compras pelo celular.

Resumo do desempenho do Google Shopping em 2016

Para fechar esse trecho sobre as estatísticas, vamos apontar os dados sobre o desempenho geral do Google Shopping em 2016. Esse levantamento foi feito pela CPC Strategy e considerou a performance dessa plataforma em 24 categorias de produtos. Veja os principais destaques:

  • A taxa de conversão média foi de 2,46%;
  • O ROAS (Return on Ad Spend, ou retorno pelo gasto em mídia) teve uma média de 542%;
  • Segmentos populares, como vestuário, beleza, cosméticos, saúde e fitness obtiveram médias de taxa de conversão superiores a 2,40%;
  • Ainda sobre taxa de conversão, o maior destaque foi para os produtos voltados para os pets, com uma média de 6,35%;
  • O custo por clique médio, entre todas as categorias, foi de $ 0,42.

Casos reais de sucesso com o Google Shopping

Google Shopping, de fato, tem números bem convincentes. Entretanto, para justificar que o investimento nele realmente vale a pena, selecionamos alguns exemplos de lojas virtuais que apresentaram resultados positivos com a plataforma. Confira a seguir:

Trek

Trek é uma empresa fabricante e vendedora de bicicletas de diversos tipos: infantil e para pistas, montanhas e cidades. Além disso, ela também comercializa equipamentos para os ciclistas.

Ela procurou uma agência para melhorar suas campanhas no Google Shopping. Desde que essa otimização foi colocada em prática, a Trek obteve ganhos significativos em diversas métricas, como:

  • 178% nos cliques em 4 meses
  • 18% no custo por clique em 1 ano
  • +190% nas vendas

Restaurant Equipment Solutions

Já a Restaurant Equipment Solutions é uma empresa B2B de venda de utensílios de restaurante. Ela, assim como a Trek, tinha um problema para se acostumar com a mecânica de funcionamento do Google Shopping.

O trabalho feito pela agência também foi parecido: otimização do feed de dados, personalização das listas de produto (PLAs) e divisão da campanha em tipos de produto.

Os resultados também foram ótimos, com maior destaque para o aumento de 287% nas visitas do site e de 60% nas vendas em 10 meses.

Cellz

Cellz trabalha com a venda de estojos e acessórios para smartphones, tablets, câmeras e outros eletrônicos. A marca começou um investimento no Google Shopping de forma autônoma, mas teve problemas com um ROI insustentável e um custo por clique alto.

A empresa procurou uma agência para coordenar suas campanhas de Google Shopping. Os esforços feitos foram parecidos com os dos exemplos anteriores, só que houve, também, uma mudança no gerenciamento dos lances e orçamento.

Como consequência, o custo por clique caiu de US$ 0,53 para US$ 0,14, os cliques mais do que quadruplicaram e as conversões aumentaram 86% em um espaço de 1 mês.

Farfetch

Farfetch é uma loja virtual de moda masculina e feminina sediada em Londres. A empresa começou a usar o Google Shopping com os objetivos de ampliar sua participação entre os varejistas desse mercado e aumentar o alcance de clientes em mais países.

As principais abordagens feitas foram a atualização dos anúncios de PLAs para o Google Shopping e a criação de campanhas que priorizavam os produtos mais buscados e vendidos na loja.

Os resultados foram significativos. Entre eles, podemos ressaltar:

  • aumento de receita entre 30% e 45% em quatro países;
  • ganho de 13% na taxa de conversão;
  • diminuição do CPC de 6%;
  • e crescimento de 3% na taxa de cliques.

LiBoutique

LiBoutique é uma revendedora online de produtos de beleza para mulheres maduras. A empresa também resolveu atualizar suas campanhas de PLAs para Google Shopping, mas o problema era alcançar seu público-alvo por meio dessa nova plataforma.

Problema isso foi no começo, porque depois de algum tempo utilizando a ferramenta, os resultados positivos apareceram. As conversões aumentaram 37% e o retorno sobre o investimento foi triplicado.

Vantagens, estatísticas, casos reais de sucesso… será que vai ser preciso mais alguma coisa para comprovar que é possível ter sucesso com o Google Shopping?

Se você já investe em outras plataformas de links patrocinados, como a rede de pesquisa, a rede de display e o Facebook Ads, comece a migrar parte de seu orçamento para o Shopping. Busque o apoio de uma agência especializada e comece a vivenciar uma melhora nas visitas, vendas e receitas da sua loja.

Viu como ter sucesso no Google Shopping e como ele tem feito a diferença em outras lojas virtuais? Então, para receber mais dicas para aumentar as vendas do seu e-commerce, assine nossa Newsletter.

Por Rafael Campos, sócio Diretor de Key Accounts da Vtex

Como ter sucesso no Google Shopping
5 (100%) 11 votes