Os riscos dos negócios online

Os riscos dos negócios online

Falar sobre os riscos dos negócios online passa longe da pauta da grande mídia, tanto a online como a convencional, afinal, as histórias de sucesso vendem muito mais!

O problema é que com essa atitude, muita gente acaba se iludindo a passa a acreditar que a Internet é algo mágico, onde basta você abrir um negócio qualquer que será bem sucedido, e a empresa voará em “céu de brigadeiro” durante toda a sua existência.

Para quem já acumula vários anos de experiência em negócios online, como no meu caso, a questão do risco está sempre entre os principais pontos analisados, pois sei que eles existem e não são poucos.

Seja o risco sistêmicos, comum a negócios online e também no ambiente físico, o risco da obsolescência tecnológica e até mesmo o risco de cópia pura e simples, uma coisa é certa, os riscos dos negócios online existem e precisam ser muito bem avaliados.

Principais riscos dos negócios na Internet

Abaixo listo alguns dos principais riscos dos negócios online, como forma de alertar os futuros empreendedores sobre algumas armadilhas que se escondem por trás deste negócio. Conhecendo-os ficará muito mais fácil identifica-los e minimizar seus efeitos.

O risco sistêmico

O risco sistêmico é aquele risco inevitável associado a qualquer tipo de negócio. No mercado financeiro chamamos de risco sistêmico o risco de colapso de todo um mercado, com forte impacto sobre as taxas de juros, câmbio, valor de commodities e os preços dos ativos em geral.

Esse é o caso das grandes crises setoriais, como a que vivemos no Brasil no setor de petróleo atualmente e também das grandes crises mundiais como a de 2008 mais recentemente. E o que os negócios online têm a ver com isso? Tudo!

Em uma crise global não há quem escape de suas consequências, tanto no mundo físico quanto no mundo online. Por isso, este é sim um risco a ser levado em consideração, afinal é um dos riscos que todo empreendedor precisa correr.

O risco da obsolescência tecnológica

Outro dos grandes riscos dos negócios online é o da obsolescência tecnológica ou da superação do modelo de negócio por um outro modelo mais eficiente. Sabemos da velocidade da evolução da tecnologia nos dias de hoje, e por isso mesmo, é preciso estar atento.

Quantos dos negócios que foram um sucesso no passado simplesmente já não existem mais porque perderam a sua razão de ser em função das novas tecnologias que surgem a cada dia e transformam em sucata, negócios que já foram top de linha.

Você se lembra do pager, discman e já agenda eletrônica? Já foram produtos top de linha, verdadeiros sonhos de consumo de uma geração e se você tivesse um negócio digital ligado a isso, na época iria achar que estava com o seu futuro garantido.

Hoje em dia, todos estes gadgets estão reunidos em qualquer smartphone a venda no mercado e gerando uma babilônia de dinheiro para quem montou um negócio para essa nova ferramenta tecnológica. Quem parou no tempo, morreu.

O risco da mudança de hábitos

Vamos esquecer os aparelhos físicos e ficar apenas na questão do ambiente online propriamente dito. Não faz muito tempo que o Orkut era considerada a mídia social definitiva e que jamais seria superada por outra coisa que não viesse do Google.

Pois bem. Mark Zuckerberg não concordou com isso, e no quarto do alojamento de sua universidade resolveu desenvolver uma rede social alternativa, que acabou por mudar o hábito de relacionamento das pessoas através da Internet no mundo inteiro.

A tecnologia transforma hábitos e essa mudança se soma a nossa lista de riscos dos negócios na Internet, que muitas vezes é ignorada pelos novos empreendedores, levando-os a desastres com suas finanças e por que não dizer, com seus egos também.

O risco das copycats

Dentro do mundo das startups, são chamadas de copycats as startups que copiam modelos de negócios que já foram testados e validados em outros países, geralmente Estados Unidos e Europa, para atuar em mercados onde ainda não existem tais modelos.

As vezes, essas copycats surgem em mercados que ainda estão em sua fase inicial de amadurecimento, principalmente se o modelo de negócio for facilmente copiável e não houver muita tecnologia envolvida.

Os sites de comparas coletivas, uma das maiores bolhas de negócios online no Brasil são um exemplo disso. O modelo era interessante e inovador, só que facilmente copiável. O resultado foi uma explosão inicial no número de sites e o estouro da bolha pouco tempo depois.

A mesma coisa aconteceu com os sites de leilão por um centavo, que surgiram na mesma época dos sites de compras coletivas. O sistema era altamente lucrativo, mas facilmente copiável. O resultado? Sobraram um ou dois por aqui.

O risco do squeeze financeiro

Outro do elenco dos riscos dos negócios na Internet que precisa ser muito bem analisado é o de squeeze financeiro, ou seja, a perda de fôlego financeiro para tocar o negócio, muito comum em um mercado que exige, em alguns casos, um investimento maciço em tecnologia e equipamentos.

Ao contrário do que muita gente imagina, e o que dizem os “gurus da prosperidade online”, um negócio na Internet, como qualquer outro, exige um determinado tempo para que comece a ter um fluxo de caixa positivo.

É claro que você poderá apelar para um investidor anjo, que talvez queira ficar com a parte do diabo do seu negócio, ou então para um banco, que certamente irá tomar a sua alma como garantia para o empréstimo com os juros astronômicos praticados no Brasil.

Um alerta e não um desestímulo

Não estou de maneira alguma tentando desestimular os empreendedores da Internet, muito pelo contrário. Que me conhece sabe que sou um entusiasta do empreendedorismo e principalmente dos negócios online.

Falo abertamente dos riscos dos negócios online, porque acredito que para ser bem sucedido nesta área, o empreendedor precisa estar atento tanto à estrutura do negócio, quanto às mudanças do dia a dia, tanto na área da tecnologia quanto em hábitos e comportamentos.

Mantenha-se informado sobre artigos envolvendo os riscos dos negócios online e outros envolvendo o empreendedorismo digital, assinando a nossa Newsletter.

Por Alberto Valle

GD Star Rating
loading...