Como escolher a plataforma de e-commerce ideal

Como escolher a plataforma de e-commerce ideal para o seu negócio

Obter sucesso no e-commerce é uma tarefa que depende de muitos fatores, pois, neste mercado, qualquer detalhe pode refletir diretamente nos resultados das operações de uma loja.

Um empreendedor digital precisa saber aproveitar ao máximo os recursos que estão ao seu alcance e a melhor forma de fazer isso desde o início é escolhendo a plataforma mais adequada para seu e-commerce.

A plataforma é um dos pilares que sustentam as operações do e-commerce, responsável por representar a parte visível da loja (chamada de “Front End”), que o usuário irá acessar para realizar uma compra, apresentando os produtos e disponibilizando meios de pagamento, e também por oferecer as ferramentas necessárias para que o gestor administre seu negócio todos os dias, parte conhecida como “Back End”.

Existe no mercado atual uma grande variedade de tipos de plataforma, que trabalham com diferentes preços e modelos de negócio.

Cabe a cada lojista escolher a que melhor se encaixa na proposta de sua empresa, o que muitas vezes passa a ser uma tarefa árdua, principalmente para quem não tem muita experiência na área.

Para que não se comprometa o desempenho do projeto ao longo do tempo, é preciso tomar essa decisão com cuidado, olhando para os objetivos e também para o orçamento disponível no momento.

O que avaliar no momento da escolha?

Os fornecedores de plataformas de e-commerce oferecem uma série de opções disponíveis hoje, que vão de open source a alugadas ou totalmente customizadas, também conhecidas por “código aberto”.

Em relação aos fornecedores, aliás, é preciso avaliar alguns critérios, como a qualidade no atendimento, a tradição de sua empresa no setor, a experiência dos clientes atuais com o sistema oferecido, a opinião dos antigos usuários, a compatibilidade entre o preço e seu orçamento, as opções para possível expansão, entre outros. Trabalha com uma empresa sólida no mercado pode fazer toda diferença, além de evitar uma série de complicações no futuro.

A mensalidade é um ponto que também precisa de estudo. Existem duas possibilidades: a de pageviews e a de percentual sobre vendas. Para que não se comprometa o orçamento, é preciso calcular as condições de cada um ou então negociar com a empresa.

Após escolher o fornecedor, chega a hora de analisar os recursos de cada modelo:

  • A estrutura para implementação de um bom processo de SEO
  • Integração com sistemas de monitoramento como o Google Analytics
  • Possibilidade de integração com programas de links patrocinados como o Google AdWords
  • Grau de customização do sistema
  • Adaptação em dispositivos móveis
  • Diversidade de formas de pagamento
  • Nível de integração com redes sociais
  • Recursos relativos à segurança nas transações

Outro recurso importante é aquele que oferece opções promocionais disponíveis na plataforma, como descontos percentuais, frete grátis, brindes e ofertas exclusivas para os canais parceiros. Lembre-se de que, na prática, os diferenciais de cada modelo é que fazem a diferença no momento da escolha. O essencial é trabalhar com um modelo que facilite o processo de conversão.

Lembre-se também de que, mesmo que seja um fator determinante na escolha, ela nunca deve se basear somente no preço. Opte por uma plataforma que se encaixe em seu orçamento, mas não realize economias “desnecessárias”, que podem trazer prejuízos ao seu negócio e até impedi-lo de crescer. O bom senso é sempre necessário.

Como já mencionado, a escolha da plataforma certa pode determinar seu sucesso. Portanto, além de funcionalidades, busque uma alternativa em que se possa contar com suporte, treinamentos ou um serviço de consultoria que te ajude a entender de que forma administrar seu negócio, aproveitando todos os seus potenciais.

Por Thiago Sarraf no Doutor E-commerce

GD Star Rating
loading...
Como escolher a plataforma de e-commerce ideal, 10.0 out of 10 based on 7 ratings

DEIXE UMA RESPOSTA