Como otimizar seus resultados de e-commerce

SEO – Como otimizar seus resultados de e-commerce

Como otimizar seus resultados de e-commerceSEO é a sigla para Search Engine Optimization, ou seja, otimização de sites. As estratégias de SEO servem para otimizar uma página, ou todo o site, de forma que ela obtenha um melhor posicionamento em uma ferramenta de busca, como o Google, o que irá depender da sua relevância, definida pelos algoritmos de busca, como o Google PageRank.

Apesar de não estarem explícitos quais são os fatores que interferem no posicionamento das páginas, ao longo do tempo algumas práticas foram identificadas, como a estruturação do site e o uso de palavras-chave, portanto o trabalho de SEO começa já no início do processo de construção da loja virtual – estendendo-se, depois, para áreas mais específicas. O auxílio de um profissional é, portanto, bastante relevante desde o princípio.

Muitos confundem o trabalho de SEO com os links patrocinados, mas a diferença entre eles é básica: no segundo caso, é possível pagar e ter a garantia de que seu site ficará acima dos outros nos resultados de busca – garantia que não existe no SEO. Mas, então, como trabalhar com ele e ver os resultados?

Planeje a estrutura de SEO da sua loja virtual

Estudar a melhor estrutura de navegação para seu e-commerce é a primeira etapa do trabalho de SEO. É preciso considerar uma série de fatores, como a estrutura das seções, os departamentos e as páginas de detalhes. As definições precisam começar pela definição das palavras-chave. A partir de então, é possível hierarquizar os departamentos da loja, criando URLs mais amigáveis às ferramentas de busca.

É preciso ter em mente que as lojas virtuais são sites dinâmicos e que cada plataforma de e-commerce tem suas próprias definições de URL, por isso é muito importante que no planejamento de SEO da sua loja virtual, você estude detalhadamente cada sistema para não desperdiçar recursos e aproveitar ao máximo o que aquela estrutura pode fazer pela sua loja.

Otimize sua plataforma de e-commerce

A segunda etapa do trabalho de SEO é a otimização das configurações da plataforma de e-commerce, de forma que se consiga satisfazer as necessidades da loja. As estratégias de SEO podem ser facilitadas se a plataforma incluir mais ferramentas, portanto vale a pena escolher a plataforma com atenção, pois contar com recursos de SEO para e-commerce apropriados faz toda diferença neste momento.

Durante a escolha, considere também as possibilidades de expansão que a plataforma de e-commerce oferece, pensando em não sofrer com qualquer limitação no futuro. Também é recomendável que se realize alguns testes antes de decidir por uma opção de plataforma – principalmente para observar o caminho criado na URL que se deseja otimizar.

É durante esta fase que são criadas as definições do site na Central do Webmaster, no Google, para verificar a efetividade do trabalho de SEO.

Capriche na descrição de seus produtos

A descrição de produtos em um e-commerce é uma questão bastante discutida – e realmente deve ser. Qualquer lojista virtual precisa ter a preocupação de cadastrar seus produtos de maneira única e com conteúdo de qualidade. Muitas lojas utilizam a descrição-padrão enviada por seus fornecedores, o que é muito prejudicial para o SEO, já que se gera muito conteúdo duplicado, ou seja, quem utiliza sua própria descrição geralmente aparece primeiro nas ferramentas de busca.

É claro que as descrições precisam ter um padrão, mas quem deve delimitá-lo é você. Nessa tarefa, é importante utilizar as estratégias de SEO, escolhendo alguns itens que devem ser padronizados em todos os cadastros, como as Heading Tags, as tags, as palavras-chave e uma quantidade mínima de caracteres.

Além disso, os produtos devem ser categorizados de acordo com uma linha estratégica comum a todos eles – para que o usuário localize cada um deles facilmente. A nomenclatura também faz diferença nesse quesito: cada item deve conter em seu nome as características mais relevantes, como marca, modelos e especificações técnicas (também padronizados).
Oferecer aos consumidores um conteúdo original e de interesse é muito importante para quem deseja otimizar seu site.

Planeje sua meta tag Title

A meta tag Title é extremamente importante para a otimização de sua página. Ele é o nome que será encontrado nas ferramentas de busca e também na aba do navegador. Ele ficará no topo do resultado, acima da meta tag Description e da URL, portanto sua missão é a de chamar a atenção do usuário para o seu site.

Além disso, o Title é importante para indicar as palavras-chave de seu site para os mecanismos de pesquisa. Portanto, são elas que darão mais relevância na hora do ranqueamento. Para escolher as melhoras palavras-chave, apoie-se em expressões co-relacionadas, escolhendo aquilo que melhor descrever o conteúdo ou o tema de seu site, fazendo com que os clientes saibam onde encontra-lo.

Trabalhe sua meta tag Description

A meta tag Description é a segunda parte mais importante dos componentes de seu espaço nas páginas de resultado. Após o title chamar atenção para o seu site, é ela que pode fazer o usuário clicar em sua loja – ou não.

Mesmo que não seja um fator direto de ranqueamento, a meta Description é fundamental para o CTR – ou taxa de cliques, ou seja, a quantidade de cliques que seu site consegue atingir a cada vez que aparece entre os resultados de busca (na teoria geral, o CTR funciona como fator de ranqueamento, portanto quanto mais pessoas clicarem em seu site, mas ele tende a subir nos resultados).

A meta Description não precisa se preocupar tanto com as palavras-chave como o title necessita, então é possível desenvolvê-la com mais liberdade, acrescentando mais argumentos de venda para conhecer o usuário a entrar em sua loja.

Permita que seus clientes avaliem seus produtos e serviços

Quem encontra avaliações de clientes que já compraram o produto pesquisado se sente muito mais confiante para efetuar a compra. Além disso, esse conteúdo, único e atualizado, também é bem encarado pelos mecanismos de busca.

Para conseguir avaliações sobre seus produtos e serviços, é possível enviar e-mails para os clientes alguns dias após a compra, perguntando sobre a experiência na loja e sobre a satisfação em relação ao item adquirido. Se você puder oferecer descontos em próximas compras, experimente – a estratégia é uma ótima motivação.

Além de serem positivas para o SEO, as análises também ajudam a aumentar a taxa de conversão, justamente pela questão da confiança que o usuário tende a adquirir a respeito da credibilidade de sua empresa e de seus produtos. Abra um espaço em sua loja dedicado a receber essas reviews.

Organize seu BreadCrumb

O termo vem do inglês, onde significaria “migalhas de pão”, ou seja, serve para traçar o caminho do usuário a partir do momento em que ele passa a navegar por sua loja. Um BreadCrumb é essencial para conseguir um trabalho de SEO efetivo. Após as atualizações do Google, este item ganhou força entre os requisitos de avaliação, portanto é preciso prestar atenção nele.

É claro que não adianta contar com o BreadCrumb se a sua loja virtual não tiver categorias devidamente organizadas, já que, além de auxiliar no SEO, o BreadCrumb traça um caminho e ajuda o cliente a não se perder em seu site, dando a eles uma ideia de que parte estão visualizando.

Escolha a estrutura que for mais interessante para o seu negócio, mas priorize a boa experiência de navegação que seu usuário deve ter para se localizar e conseguir encontrar o que deseja – o que também contribuirá para a sua taxa de conversão.

Produza conteúdo relevante

O conteúdo, para reforçar, deve ser exclusivo e focado nas palavras-chave relacionadas com a loja. Gerar conteúdo duplicado não será nada eficiente para otimizar seu negócio.

É claro que não se está falando apenas das descrições de produtos, mas de todo e qualquer conteúdo que esteja disponível em seu site. Certifique-se de que ele está em harmonia com os demais itens de seu e-commerce e, principalmente, se está sendo realmente relevante para seu público-alvo.

Saiba aproveitar as Heading Tags

As Heading Tags são os códigos HTML que precisam ser usados entre os títulos visíveis das páginas de seu site, como o nome do produto anunciado.

Elas oferecem o benefício de indicar ao Google uma hierarquia entre o conteúdo de sua loja. Compostas pelos conhecidos H1, H2, H3 (podem ir até o H6, mas em sites de e-commerce é raro de acontecer), a ordem de importância é estabelecida de acordo com a própria numeração.

O mais importante, portanto, geralmente ocupa a posição H1 e assim por diante. No e-commerce, o comum é que o H1 corresponda ao título do produto, o H2 à descrição inicial e o H3 a descrições e informações secundárias a respeito do produto. Esse formato, porém, pode variar de um caso para o outro. Cada código só deve ser utilizado uma vez, para que não perca sua função e não prejudique a organização do site.

Acerte no link building

O link building também pode ser considerado como a última etapa do trabalho de SEO no e-commerce. É nesse momento que se distribui o número máximo de links entre sites que estabeleçam relações com os produtos de sua loja, o que criará uma relação de relevância.

Essa etapa é considerada como uma das mais importantes para o SEO de um e-commerce, mas é, também, uma das mais difíceis, em que muitas lojas virtuais se perdem, portanto é preciso ter atenção e estruturar o trabalho com foco e organização para que ele saia como o planejado.

Crie uma URL “limpa”

Um site de e-commerce que deseja impulsionar o SEO precisa de uma URL simples. É só pensar: este é o endereço de sua loja, assim como existe o endereço de sua casa. É preciso investir em um endereço claro e “limpo”, para que os visitantes consigam encontrar (e, no caso do e-commerce, comprar!).

Desista de URLs “poluídas” e que não forneçam nenhuma informação útil ao usuário. O ideal é padronizar uma estrutura, afunilando de acordo com as especificidades de sua loja e de seus produtos, o que fará com que seu cliente consiga se localizar com clareza, contribuindo também para a própria organização de suas páginas.

Considere o modelo abaixo, que facilitará a navegação dos visitantes:

www.lojavirtual.com.br/moda
www.lojavirtual.com.br/moda/saias
www.lojavirtual.com.br/moda/saias/modelox

É claro que, em alguns casos, não é possível criar uma URL totalmente “limpa”, portanto o ideal é pensar em algo que não prejudique a experiência do usuário.

Portanto, cuidar do SEO de um e-commerce não é simples, por isso amadureça suas táticas e melhore os resultados de sua loja virtual.

Por Thiago Sarraf no portal E-commerce Brasil

Salvar

GD Star Rating
loading...
Otimização de resultados no e-commerce com SEO, 10.0 out of 10 based on 1 rating

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA