Criando uma estratégia de preços para e-commerce

Criando uma estratégia de preços para e-commerce

Estabelecer uma estratégia de preço para e-commerce envolve algumas considerações. De início analisaremos dois comportamentos dos consumidores, que acabam impactando os preços na internet.

A internet é a ferramenta, não intencionalmente criada, mais eficaz na hora de pesquisar produtos e preços. Nenhuma compra é realizada, hoje em dia fisicamente ou virtualmente, sem antes de uma pesquisa no Dr. Google.

Na web o internauta compara preços, atributos, potenciais vantagens (condições, descontos, garantia) ou qualquer outro fator que ache importante na hora da compra. Ao elaborar uma estratégia de preços para e-commerce devemos levar isso em consideração.

Sabemos que o consumidor brasileiro é sensível ao preço e condições de pagamento  como parcelamento, por exemplo. Sendo assim, quanto maior a competitividade de seu ramo, maior será a  competitividade de suas condições de pagamento.

É justamente aí que ter uma boa estratégia de preços para e-commerce faz a diferença,  visto que conceder condições de parcelamento, vai exigir capital de giro (grana extra) e boas condições de compra com fornecedores.

Sem contar que quanto mais virtuais forem seus métodos de pagamento, mais suas margens sofrerão redução. As taxas de cartões, sistemas de pagamento intermediadores como PagSeguro, Paypal, Bcash entre outros, antecipações, ciclo financeiro de seu produto e poder de barganha de seus fornecedores (alto) podem acabar com a lucratividade de seu produto.

Temos ainda os gastos “operacionais” como frete, funcionários, custos com site e com marketing digital, um dos fatores mais impactantes nos resultados do e-commerce. Tudo isto deve ser medido e atribuído ao preço de seu produto.

Estratégia de preço físico e virtual no e-commerce

Criando uma estratégia de preços para e-commerce
Criando uma estratégia de preços para e-commerce

Ainda discuti-se se à gestão do e-commerce deve ser independente da loja física, mas quanto maior o tamanho da operação, mais independente dever ser à gestão. E não podemos esquecer que quanto menos focada é sua equipe no ambiente virtual maior à chance do negócio dar errado.

É comum na internet os preços serem bastante atraentes e em alguns casos discutíveis, levando a criação de percepção que os produtos na internet são mais baratos. Mais um “problema” na hora de definir seus preços. Por isso acreditamos que a criação de valor de seu produto é vital.

A importância do atendimento no e-commerce pode criar valor a seus produtos. Surpreenda seu cliente e saia na frente de seus concorrentes.

O destaque através do atendimento

Crie um ambiente pessoal em seu atendimento, gaste uma ligação para entrar em contato com seu cliente, na sua primeira compra, isto irá gerar confiança e um bom valor percebido.

Ofereça canais de relacionamento como redes sociais, e-mail marketing, 0800, chat e blogs para diminuir a distância de seu cliente. Trate-o como uma nova namorada, ligue, mande mensagens relevantes, escreva uma carta, enfim, leve a sério o atendimento ao cliente.

As melhores lojas virtuais acabam tendo que criar métodos para impactar o mínimo possível o preço final de seus produtos. Crie valor para seu negócio com um atendimento surpreendente, por exemplo, e busque formas de diminuir custos de frete, use sua experiência, conheça quanto os sistemas de pagamento impactam no preço unitário, faça as lições de casa e prepara-se para inovar e  surpreender.

Mantenha-se informado sobre criação de estratégias de preços para e-commerce e outros assuntos relacionados ao comércio eletrônico, assinando nosso Boletim Informativo.

Por Denis de Oliveira

GD Star Rating
loading...

DEIXE UMA RESPOSTA